Pista de Dança ou Teatro de Arena

Nos moldes de um teatro de arena, a pista de dança foi inaugurada, em 03 de abril de 1965, com um baile ao ar livre, embalado por uma orquestra. Desenvolvido pela arquiteta Maria Hanna Siedlikowsk, o projeto de Afonso Eduardo Reidy é constituído por duas plataformas circulares de 16 e 13 metros de diâmetro, em diferentes alturas. A primeira, onde poderão se apresentar grupos de dança, é circundada por uma arquibancada de sete degraus, rebaixados ao nível do terreno, com capacidade para 800 espectadores sentados. A segunda, em nível mais elevado, pode ser utilizada para a colocação de mesas e cadeiras.

Saiba Mais

As duas plataformas podem ser utilizadas concomitantemente, oferecendo grandes possibilidades de movimentação, quando forem realizados espetáculos ou festas populares.

A iluminação planejada consistia de uma rede aérea, uma teia hexagonal esticada horizontalmente entre postes colocados fora da linha do público. Nessa teia serão fixados diversos tipos de luminárias, de modo a permitir uma iluminação adequada ao espetáculo que estiver sendo apresentado.

Venha explorar o anfiteatro e conhecer melhor como funciona um Teatro de Arena. Traga poesias, peças, textos, canções e crie seu próprio espetáculo ao ar livre.

Obs: a Pista de Dança é o item n° 23 da relação anexa ao Processo n° 748-T-64, de Tombamento do Parque.

Localização: ao lado do Bosque, próximo à Marina da Glória, no Parque Carlos Lacerda.

 

Como Chegar

Esse site é uma iniciativa do Movimento #OCUPAPARQUE mantido pelo Instituto Lotta de Cultura e Recreação.

Aproveite melhor as suas horas de lazer,
vivencie o Parque do Flamengo.

logoocupaparque


Por um parque pra chamar de seu... Participe!

Poste suas fotos do Parque do Flamengo nas redes sociais usando a hashtag #OCUPAPARQUE

WhatsApp chat Clique para WhatsApp