Blog

Flora

Lótus: Uma flor no Parque

publicado por: Claudio Machado em

branco_50x50

Museu do Amanhã 106

branco_50x50

Lótus (Nelumbo nucifera), também chamada de Flor-de-lótus, Lótus-da-índia, Lótus-sagrado é uma planta nativa da Ásia e Oceania, habitante de cursos de água lentos ou lagoas de água doce, vivendo a pouca profundidade. É enraizada no fundo lodoso por um rizoma vigoroso, do qual partem grandes folhas arredondadas, sustentadas acima do espelho d’água por longos pecíolos. Multiplica-se pela divisão da planta e por suas sementes, famosas por sua longevidade, pois podem germinar após vários séculos.

Suas flores, formadas no verão, são muito belas, e podem ser brancas ou róseas. Produz frutos com sementes comestíveis e sua folhagem e flores desaparecem no inverno. Na Ásia, suas pétalas são empregadas como enfeites, enquanto suas largas folhas são utilizadas para embrulhar comida.

No oriente, a flor de lótus significa pureza espiritual. A água lodosa que acolhe a planta é associada ao apego e aos desejos carnais, e a flor imaculada que desabrocha sobre a água em busca de luz é a promessa de pureza e elevação espiritual.

No simbolismo budista representa a pureza do corpo e da mente e, por isso, são flores sagradas para os povos do oriente. Diz a lenda que quando o menino Buda deu os primeiros passos, em todos os lugares que pisou, flores de lótus desabrocharam. Por esse motivo a maior parte das divindades costuma surgir sentada sobre uma flor de lótus durante o ato de meditação.

Na literatura clássica de muitas culturas asiáticas, ela simboliza elegância, beleza, perfeição, pureza e graça, sendo frequentemente associada aos atributos femininos ideais.

Também é muito usada em tatuagens com diferentes significados associados a cada cor da flor. A de cor branca está relacionada com a perfeição do espírito e da mente, estado de pureza total e natureza imaculada. Normalmente é representada com oito pétalas. A cor de rosa é a mais importante e especial por estar associada a personagens divinos, como é o caso do Grande Buda.

No Japão ela é muitas vezes tatuada em conjunto com o peixe koi, significando individualidade e força. Na Yoga, a posição de Lótus (Padmásana) é a postura tradicional de meditação, em que a pessoa sentada entrelaça as pernas e pousa as mãos sobre os joelhos.

A flor de Lótus fechada ou em botão é um simbolismo das infinitas possibilidades do homem. Quando aberta representa a criação do Universo.

branco_50x50

Réveillon Parque 105

Réveillon Parque 135

Réveillon Parque 110

Réveillon Parque 051

Réveillon Parque 059

Museu do Amanhã 102

Museu do Amanhã 117

Réveillon Parque 050

Museu do Amanhã 122

Museu do Amanhã 113

WhatsApp chat WhatsApp