Blog

Área de Piquenique

Recreio Infantil tem mais espaço para as Crianças. O Pátio Ensaibrado está voltando para a recreação.

publicado por: Fernando Nascimento em

Recreio Infantil tem mais espaço para as Crianças

Brincar com Segurança

 

A busca por SEGURANÇA aliada ao CONFORTO para todos os frequentadores do Recreio Infantil Lotta Macedo Soares (CIDADE DAS CRIANÇAS), sobretudo para o público infantil, norteou a determinação conjunta do Superintendente da Zona Sul Marcelo Maywald, do Inspetor Isnailde da 9ª Inspetoria da Guarda Municipal e do Comandante da Operação Aterro Presente Major Peres, na adoção de uma nova configuração para a ocupação interna do PÁTIO ENSAIBRADO, que desde ontem, sábado dia 10 de junho, passa a reservar inteiramente LIVRE DE CARROS, cerca de metade da sua área, agora dedicada a receber, com exclusividade, atividades culturais lúdicas de recreação.

Vencida a fase crítica da violência urbana nas áreas e arredores do Parque do Flamengo, pela ação sempre PRESENTE e diligente dos responsáveis pelo novo Sistema de Segurança de Proximidade, torna-se possível o retorno gradual à normalidade das atividades deste magnífico equipamento da Cidade do RIO.

Que o ESPIRITO alegre, festivo e receptivo possa, progressivamente, retornar à vida dos Cariocas.

Por Paulo Nascimento
Administração do Parque do Flamengo

branco_50x50

Saiba mais sobre o Elemento Arquitetônico
Recreio Infantil Lotta Macedo Soares

branco_50x50

Aproveite melhor as suas horas de lazer,
vivencie o Parque do Flamengo.

logoocupaparque

Por um parque pra chamar de seu…
Participe!

branco_50x50

Opinião

Aterro Presente – 1º Mês – Balanço da Operação

publicado por: Claudio Machado em

branco_50x50

Réveillon Parque 243

branco_50x50

Após um mês de funcionamento da operação Aterro Presente já é visível a melhora na segurança do Parque do Flamengo. O efetivo de 164 agentes que trabalham de segunda a sábado, das 6h às 22h, e aos domingos e feriados, das 7h às 19h, com o apoio de 27 bicicletas, oito motocicletas, quatro viaturas e três vans, vem desempenhando de forma eficaz o patrulhamento na área entre o Aeroporto Santos Dumont e o Monumento a Estácio de Sá.

A maior parte das ocorrências registradas no primeiro mês de atuação do novo policiamento no Parque do Flamengo está relacionada à posse e consumo de drogas. Nos primeiros dias da operação 78 pessoas foram detidas por esse motivo. O porte de arma branca ocasionou a detenção de outras nove, todas encaminhadas para a 9ª DP (Catete) para averiguação. Alguns indivíduos foragidos da justiça e vários suspeitos, também foram detidos e encaminhados à delegacia.

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social realizou diversas ações de acolhimento. O número de moradores de rua diminuiu sensivelmente. O Jardim Suspenso, área contígua ao MAM, antes totalmente tomada por essas pessoas, assim como por marginais que a elas se misturavam, agora já pode ser novamente frequentado e apreciado.

O Jardim Sinuoso, área localizada entre as pistas, compreendida entre a Praça do Russel e o início dos Campos de Pelada, onde estão localizadas as passarelas de acesso à Marina da Glória, local de grande vulnerabilidade, já pode ser atravessado sem sobressaltos.

O trecho entre o MAM e o Teatro de Arena, apelidado de área do medo, melhorou muito, mas precisa de atenção constante por ser um dos mais problemáticos do Parque. A reinauguração da Marina deve propiciar o aumento da circulação de pessoas na área, o que refletirá positivamente na segurança.

Para o capitão Leonardo Laureano, coordenador da operação, já houve queda no número de ocorrências. Fato que ele atribui à presença do policiamento na área. Até o presente momento a efetividade da operação Aterro Presente aumentou a segurança e, como consequência, diminuiu a sensação de insegurança que imperava no Parque do Flamengo. Esperamos que esse ganho permaneça.

Cabe agora aos moradores do entorno e aos frequentadores do Parque do Flamengo voltarem a circular na área como um todo. O abandono só beneficia àqueles que estão mal intencionados. Vamos ocupar o Parque, ele é nosso, é de quem o ama e não dos que dele só querem tirar proveito.

Colaborem com o policiamento denunciando irregularidades, dando sugestões, valorizando o trabalho dos agentes, mas também cobrando a permanência da qualidade na prestação do serviço.

Disque Aterro Presente: 98496-0114 /operaçã[email protected]

branco_50x50

Tarde no Parque 066

Tarde no Parque 093-001

Parque Abil 306

Natal 2015 088

Tarde no Parque 038

Pataca 276

Réveillon Parque 208

Réveillon Parque 443

Pataca 213

Segurança

Operação Aterro Presente. Implantado novo modelo de policiamento no Parque do Flamengo.

publicado por: Claudio Machado em

branco_50x50

Aterro Presente 026

branco_50x50

Em cerimônia realizada na manhã de ontem (01/12), no Monumento a Estácio de Sá, o governador Luiz Antonio Pezão acompanhou o primeiro dia da Operação Aterro Presente, novo tipo de policiamento implantado no Parque do Flamengo. A ação, uma parceria entre o Governo do Estado e o Sistema Fecomércio-RJ, terá a duração de dois anos.

A iniciativa, inspirada no êxito da Operação Lapa Presente, lançada em janeiro de 2014, contará com um contingente de 164 agentes, que farão o policiamento da área de segunda a sábado, das 6h às 22h, e aos domingos e feriados, das 7h às 19h. Com o apoio de 27 bicicletas, oito motocicletas, quatro viaturas e três vans, as equipes trabalharão em dois turnos de oito horas usando, para melhor identificação, coletes na cor verde. Todas as abordagens serão filmadas, as equipes monitoradas por GPS e balões identificarão a presença da operação. Esses agentes se somarão aos policiais do 2º Batalhão da Polícia Militar que já fazem a segurança da área.

O Aterro Presente tem como meta reduzir os índices de criminalidade, promover o reordenamento urbano e garantir o direito de ir e vir de moradores da área e frequentadores do Parque do Flamengo. Para isso conta com o apoio da Guarda Municipal, das secretarias municipais de Transportes, de Ordem Pública, de Conservação e de Desenvolvimento Social, bem como da Comlurb.

Já no primeiro dia de operação cinco pessoas foram presas por posse e uso de entorpecentes, duas facas e material de caça foram apreendidos, um telefone celular roubado foi recuperado e 59 suspeitos foram conduzidos para a delegacia para averiguações. É esse tipo de atitude proativa que desejamos ver mantida, por parte desses novos agentes, durante todo o tempo de patrulhamento da área.

Sabemos que a presença do policial inibe a ação dos criminosos, mas não adianta contar com um expressivo número de agentes atuando no policiamento, se esses profissionais não estiverem imbuídos do real sentido de sua missão, policiar. Continuamente presenciamos policiais em atitude de total displicência, num animado bate-papo, muitas vezes ao celular. Parece que estão a passear pelo parque, como se naquele período não estivessem em serviço, fossem frequentadores desfrutando de um momento de lazer. Tal comportamento é observado pelas pessoas que, apesar da presença dos agentes da lei, têm a sensação de não estarem sendo devidamente protegidas. Tão importante quanto a quantidade, deve ser a qualidade do policiamento. É isso que o parque e a cidade precisam e merecem ter urgentemente.

Nós cariocas, amantes e frequentadores do parque, devemos colaborar com os policiais fornecendo informações sobre as áreas de maior insegurança, denunciando irregularidades, apresentando sugestões e valorizando seu trabalho mas, também, cobrando deles um maior comprometimento com a prestação de um serviço de qualidade. Aproveitemos a oportunidade e tenhamos igualmente uma atitude proativa. O ganho será de todos.

Disque Aterro Presente: 98496-0114 / [email protected]

branco_50x50

 Aterro Presente 034 Aterro Presente 038

Aterro Presente 015

Aterro Presente 022

Aterro Presente 039

Aterro Presente 050

Aterro Presente 114

Aterro Presente 116

Aterro Presente 143

Aterro Presente 144

WhatsApp chat WhatsApp