Blog

Regulamentação

Normas para o uso do Parque do Flamengo. Respeite!

publicado por: Fernando Nascimento em

Parque do Flamengo

normas para o uso


A Lei Municipal nº 4.237, de 17 de novembro de 2005, estabelece as normas para o uso do Parque do Flamengo. De autoria da vereadora Leila do Flamengo, a lei relaciona em seu artigo 2º as seguintes proibições de uso no interior do Parque:

I – arrancar ou danificar plantas, ou parte delas, ou qualquer placa de sinalização e/ou
identificação;
II – escrever, gravar, pintar palavras ou figuras de qualquer natureza nas árvores, arbustos, mobiliários e monumentos no interior do Parque;
III – subir em árvores, arbustos, cercas e monumentos;
IV – tomar banho e lavar roupas e louças nas bicas de água;
V – capturar, matar ou maltratar qualquer animal silvestre ou exótico encontrado no interior do Parque;
VI – fazer fogo com materiais de qualquer espécie;
VII – fazer churrasco na areia da praia e no interior do Parque, nas áreas que não forem demarcadas;
VIII – lançar resíduos sólidos fora dos coletores existentes para tal;
IX – colocar velas acesas para oferendas no interior do Parque;
X – jogar futebol na grama e frescobol nas áreas não demarcadas;
XI – andar de bicicleta na pista junto à praia;
XII – entrar e permanecer com cães sem uso de coleira e guia, conforme o disposto na Lei Municipal nº 2.574, de 30 de setembro de 1997;
XIII – adestrar animais domésticos, ou não, no interior do Parque, salvo com autorização da Prefeitura;
XIV – o acesso portando fogos de artifício e/ou armas de fogo;
XV – trânsito de veículos sem a prévia autorização escrita da Prefeitura afixada no para-brisa.

Após 1645 dias de tramitação na Câmara Municipal, o Projeto Lei 235-A/2001, foi promulgado pelo Presidente da Câmara Municipal do Rio de Janeiro nos termos do art. 79, § 7º, da Lei Orgânica do Município do Rio de Janeiro, de 5 de abril de 1990.

branco_50x50

Saiba mais sobre o Parque do Flamengo
Tombo Paisagístico

branco_50x50

Aproveite melhor as suas horas de lazer,
vivencie o Parque do Flamengo.

Por um parque pra chamar de seu…
Participe!

branco_50x50

Poste suas fotos nas redes sociais usando a hashtag #OCUPAPARQUE
e no Facebook faça check-in em Parque do Flamengo

branco_50x50

Opinião

Tanque de Nautimodelismo – Esclarecimento

publicado por: Claudio Machado em

branco_50x50

nautimodelismo_vela_30branco_50x50

Sem utilização desde os anos 2000 e relegado pelo descaso ao esquecimento, o Tanque de Nautimodelismo do Parque do Flamengo foi reativado e reinaugurado, após pedido do Movimento #OCUPAPARQUE à Gerência de Monumentos e Chafarizes da Secretaria de Conservação e ao empenho de sua gerente, Vera Dias. A razão apresentada para que tal providência ainda não tivesse sido tomada, até àquele momento, era a de que depois de tanto tempo sem utilização e manutenção, o equipamento não teria condições de ser reativado sem uma grande reforma para a qual não havia verba disponível.

Para surpresa de todos bastou a abertura de um registro pela equipe de manutenção da Gerência de Monumentos e Chafarizes para que a água jorrase normalmente no tanque até seu pleno enchimento, o que provou a excelente qualidade da obra executada há cinquenta anos. Parabéns a Lotta, ao Grupo de Trabalho e a SURSAN. Após tal constatação o tanque foi esvaziado e a Comlurb realizou uma extensa limpeza para a retirada da camada de lodo e, ato contínuo, novamente enchido.

Uma das preocupações do #OCUPAPARQUE era, justamente, quanto à possibilidade de o tanque se tornar um criadouro de mosquitos Aedes Aegypti, o temido transmissor dos vírus causadores da Dengue, Chicungunha e Zika. Tal possibilidade foi descartada por Vera Dias ao garantir que sua equipe cuidaria da manutenção periódica do equipamento, o que vinha ocorrendo normalmente.

Tal empenho na reativação do tanque era para que ele fosse reinaugurado na festa de comemoração dos cinquenta anos do Parque. No dia 17 de outubro do corrente ano, o Tanque de Nautimodelismo foi reinaugurado com uma regata de barcos à vela, um dos vários eventos realizados ao longo desse dia por todo o Parque. Com a reinauguração os praticantes que a muito reivindicavam a volta da utilização do tanque, puderam voltar a praticar o esporte que tanto amam e para o qual o tanque foi projetado e construído.

É perfeitamente normal que moradores do entorno e pessoas que frequentam o Parque, mas desconhecem que o tanque tenha sido reinaugurado e que é regularmente monitorado por funcionários da prefeitura, manifestem preocupação quanto a tal volume de água parada. Como havia chovido muito no final de semana anterior, imaginaram que a água do tanque fosse proveniente dessa chuva e, por isso, fizeram a denúncia à mídia. Isso demonstra preocupação com a sua segurança e a de todos os outros. É uma atitude louvável e que deve ser replicada em qualquer situação de dúvida.

O repórter do Bom Dia Rio, Diego Haidar, que foi ao local apurar a denúncia procedeu corretamente ao procurar esclarecimentos junto à Secretaria Municipal de Saúde. Na resposta a secretaria que desconhecia, também, o fato de o tanque ter sido reinaugurado, informa que além do monitoramento que é feito regularmente, mandaria funcionários fazerem uma verificação no local. Esclarece, ainda, que mesmo que a água fosse proveniente da chuva, o que não era o caso, a grande insolação ali ocorrida elimina o risco de reprodução do mosquito.

Pelo que acreditamos ter sido um lapso de memória, coisa perfeitamente normal, a Vereadora Leila do Flamengo que teve participação ativa na festa de comemoração do cinquentenário do Parque e estava ciente dos esforços feitos pelo #OCUPAPARQUE e pela Gerência de Monumentos e Chafarizes da Secretaria de Conservação, para que o tanque voltasse a ser utilizado e do monitoramento por esta realizado, solicitou, através de ofício ao Secretário de Conservação, como publicado em seu facebook, o esvaziamento temporário do Tanque de Nautimodelismo para prevenir a proliferação de mosquitos que causam Dengue, Zika e outras doenças. 

Como entendemos que no afã de dar uma resposta imediata a uma pertinente preocupação de seus eleitores a vereadora tenha agido de maneira precipitada, já que deveria ter primeiramente consultado a Secretaria Municipal de Saúde antes de solicitar qualquer providência, como o fez corretamente o repórter Diego Haidar, entendemos, também, que diante da resposta da secretaria, tranquilizando a população quanto ao fato denunciado a vereadora envidará, com toda celeridade anteriormente empregada, os esforços necessários para que a situação que agora se apresenta, qual seja, o esvaziamento do tanque, seja revertida.

Como admiradora do trabalho de Lotta e defensora do seu legado, assim como nós, sabemos do amor que Leila do Flamengo devota ao Parque e por isso contamos com a sua importante colaboração para que, além do nautimodelismo, todos os outros equipamentos que dele fazem parte operem em sua plenitude, proporcionando a toda a população horas de lazer em recreação viva, alegre e construtiva, o grande desejo de Lotta de Macedo Soares.

branco_50x50

Parque Abil 350

branco_50x50

nautimodelismo_vela_16

branco_50x50

nautimodelismo_502

branco_50x50

NiverPark 048

branco_50x50

Parque Abil 385

branco_50x50

NiverPark 074

branco_50x50

nautimodelismo_204

branco_50x50

Parque Abil 377

branco_50x50

nautimodelismo_vela_30

branco_50x50

Parque Abil 407

branco_50x50

nautimodelismo_vela_23

branco_50x50

nautimodelismo_vela_14

branco_50x50

nautimodelismo_501

branco_50x50

nautimodelismo_vela_24

branco_50x50

Saiba mais sobre o Elemento Arquitetônico
e a prática desse esporte acessando

Tanque de Modelismo Naval

branco_50x50

Aproveite melhor as suas horas de lazer,
vivencie o Parque do Flamengo.

logoocupaparque

Por um parque pra chamar de seu…
Participe!

50 anos

Entrega da Medalha Chiquinha Gonzaga

publicado por: Claudio Machado em

branco_50x50

Em cerimônia realizada na Cinemateca do MAM, no dia 17 de outubro de 2015, parte dos eventos em comemoração aos 50 anos do Parque do Flamengo, a presidente do Instituto Lotta, Monica Stearns Morse, filha adotiva de Mary Morse, Elizabeth Bishop e de Carlota de Macedo Soares, recebeu a Medalha Chiquinha Gonzaga, in memoriam, a Lotta de Macedo Soares, das mãos da Vereadora Leila do Flamengo, autora do requerimento à Câmara Municipal.

A Medalha de reconhecimento Chiquinha Gonzaga foi criada pelo Projeto de Resolução 14/1999, da Câmara Municipal do Rio de Janeiro, e é conferida à personalidades femininas que, reconhecidamente, tenham se destacado em prol das causas democráticas, humanitárias, artísticas e culturais, no âmbito da União, Estados e Municípios.

Prestigiaram à cerimônia Ethel Bauzer Medeiros, responsável pelo projeto de recreação do parque e integrante do Grupo de Trabalho comandado por Lotta, o engenheiro Walter Pinto Costa, superintendente da SURSAN e construtor da Praia de Botafogo e Fernando Murta, presidente da Associação de Amigos do Parque do Flamengo, além do público de amantes e frequentadores do parque.

branco_50x50

NiverPark 285

NiverPark 230

NiverPark 257

NiverPark 276

NiverPark 264

NiverPark 282

NiverPark 283

NiverPark 250

WhatsApp chat WhatsApp